Definição bimestre

Um bimestre é um período de dois meses . Os meses, por outro lado, são as doze partes em que um ano é dividido de acordo com o calendário gregoriano: janeiro, fevereiro, março, abril, maio, junho, julho, agosto, setembro, outubro, novembro e dezembro.

Bimestre

Isso significa que um ano tem seis bimestres (seis grupos de dois meses podem ser formados). A partir do primeiro mês do ano, os seis bimestres seriam janeiro-fevereiro, março-abril, maio-junho, julho-agosto, setembro-outubro e novembro-dezembro.

Os bimonters, no entanto, podem ser formados de maneiras diferentes. Se levarmos os meses de fevereiro e março, um bimestre também pode ser formado (fevereiro-março), bem como agosto-setembro ou outubro-novembro.

Você também pode agrupar os bimestres "cortando" os meses. Por exemplo: de 15 de março a 15 de maio, há um bimestre. Isso significa que o bimestre em questão começa em 15 de março (e não em 1º de março) e se estende até 15 de maio (não até 1 ou até 31).

Além dos bimestres, existem outros métodos de agrupamento dos meses, como os trimestres (três meses), os trimestres (quatro meses) e os semestres (seis meses). O uso de um ou outro sistema depende das necessidades. Existem serviços que, em alguns países, costumam faturar pelo bimestre. Um faturamento bimensal do serviço de energia elétrica, para nomear um caso, leva o usuário a pagar sua conta a cada dois meses. O consumo de energia elétrica, por sua vez, também é medido pelo bimestre por sua carga correspondente.

O conceito de bimestre não surge da observação da natureza, como acontece com o mês, que emerge de uma série de fatores relacionados ao movimento da Terra em torno do Sol e da maneira como isso afeta seus diferentes regiões. Pelo contrário, agrupar os meses, ou dividi-los, surge das necessidades particulares do ser humano para organizar seu tempo de uma maneira que se adapte ao seu ritmo de vida.

Agrupar elementos de um conjunto traz benefícios, mas também pode causar alguns contratempos : embora, por um lado, isso nos ajude a "dizer mais com menos", isso afeta a escassez de informações que às vezes são negativas para a comunicação. Por exemplo: se tomarmos a frase "amanhã começa um novo bimestre" fora do contexto, não temos dados para entender em que época do ano o emissor é; Se, por outro lado, diz "Março começa", nenhum esclarecimento seria necessário.

Mas isso não significa que a falta de informação seja sempre negativa; ao contrário, dentro do escopo apropriado, em que todos os participantes do processo comunicativo estão cientes da maneira como os meses foram agrupados, o uso de um conceito como o bimestre pode ser muito prático para evitar esclarecimentos desnecessários e enfocar nos pontos de interesse.

Em uma escola onde os cursos são divididos em bimestres, por exemplo, professores e alunos usam esse termo para se referir às diferentes etapas do ano, e isso permite um nível de ordem mais adequado aos seus objetivos. Se todos souberem que o primeiro bimestre começa no dia 1 de março, para falar sobre o segundo não é necessário dizer "em maio e junho".

Um estudante pode expressar que durante o último bimestre ele conseguiu internalizar os conceitos de química, e em seu ambiente ninguém perguntará a ele "em que mês você está falando?". Da mesma forma, é possível salientar que "a primeira metade do bimestre foi mais árdua". Por outro lado, se quisermos enfatizar um evento específico dentro dessa estrutura, podemos especificar o mês em que ocorreu: "Sergio foi internado em novembro" .

Recomendado
  • definição popular: zona

    zona

    A partir da palavra latina zone é de onde vem o conceito que agora nos ocupa. No entanto, deve ser enfatizado que, por sua vez, tem sua origem etimológica em grego e mais exatamente no termo ζώνη cujo significado foi o de cinturão, cinturão ou cinturão. De acordo com o dicionário da Real Academia Espanhola (RAE) , 'área' é um substantivo que é usado para descrever tanto uma extensão de área significativa que tem uma faixa ou faixa, como também a porção de uma terra ou superfície que é delimitada , a extensão territorial cujos limites dependem de questões relacionadas à política e às adm
  • definição popular: sílaba tónica

    sílaba tónica

    As sílabas são as unidades fonológicas que compõem as palavras. A sílaba pode ser definida como o som que, a partir de uma articulação, compõe um núcleo fônico, distinto dos outros pelas depressões da voz. Tonic , por outro lado, é o adjetivo que qualifica o que traz força ou força para alguma coisa. A noção de s
  • definição popular: modelo de gestão

    modelo de gestão

    O termo modelo vem do conceito italiano de modello . A palavra pode ser usada em diferentes campos e com diferentes significados. Aplicado ao campo das ciências sociais, um modelo faz referência ao arquétipo que, devido às suas características ideais, é suscetível de imitação ou reprodução . Também ao
  • definição popular: ocultismo

    ocultismo

    O grupo de pseudo-ciências, doutrinas e atividades ligadas à magia e ao mistério é conhecido como ocultismo . Dedicar-se a essas questões que pretendem controlar o mundo natural e abordar universos ocultos também é chamado de ocultismo. Supõe-se que essas práticas busquem que o ser humano consiga dominar certos poderes que permanecem ocultos, seja dentro de seu ser ou no meio ambiente. Em muit
  • definição popular: clareza

    clareza

    A partir do latim clarĭtas , a clareza é a qualidade da clara (limpa, banhada em luz, que é bem distinta, evidente, manifesta). O conceito pode se referir ao efeito produzido pela luz quando ilumina um espaço. Por exemplo: "Eu gosto desta casa: há muita clareza nos quartos" , "Temos que melhorar a iluminação nesta sala, é preciso mais clareza para trabalhar confortavelmente" , "O inverno chegou e os momentos de clareza começaram a desaparecer como os dias ficaram mais curtos e curtos " . Também
  • definição popular: tabaco

    tabaco

    O tabaco é uma planta nativa do continente americano que conta com folhas de grande tamanho, flores dispostas em cacho e uma fruta que alberga numerosas sementes. Pertencente a Solanaceae , caracteriza-se por ser uma planta narcótica, graças à presença de nicotina. A folha da planta e o produto que é obtido são também conhecidos como tabaco. É impo