Definição sotaque musical

O sotaque, derivado do latim accentus, é um conceito com vários usos: pode ser a intensidade aplicada a uma certa sílaba na pronúncia ou a energia ou alívio usado em certas palavras, tópicos ou interesses. Musical, por outro lado, é o que está ligado à música (a combinação de ritmo, harmonia e melodia).

Sotaque musical

A ideia de sotaque musical, portanto, está relacionada à ênfase aplicada em um acorde ou nota . O uso do sotaque musical determina a acentuação, uma das questões envolvidas no modo como as composições são expressas.

O sotaque musical é percebido no ouvido como uma aplicação particular de energia, possibilitada por uma maneira de interpretar uma frase musical. Este acento é especificado na notação através de um sinal que indica ao intérprete a necessidade de aplicar mais intensidade na dita nota, em comparação com o resto das notas que estão ao redor.

A importância do sotaque musical é tão grande quanto a de qualquer outro elemento de uma composição, incluindo cada nota das várias melodias que a compõem, porque, se o artista ignora o acento, ele não consegue reproduzir o trabalho corretamente. É a chave para articular uma execução: as notas acentuadas destacam-se do resto e permitem que um desenho harmonioso seja gerado no ouvido; pelo contrário, pode-se dizer que sem um sotaque musical, qualquer melodia seria uma linha reta.

Quando um músico se prepara para aprender uma peça para interpretá-lo com seu instrumento (isso inclui a voz), entre as etapas anteriores à primeira apresentação está a identificação do ritmo, ou seja, o modo como as barras são organizadas; Nesta informação também é o esqueleto da acentuação. Em uma assinatura de compasso de dois quartos, por exemplo, sabemos que a primeira metade deve ser jogada com mais intensidade que a segunda; Claro que as subdivisões aumentam a complexidade da acentuação, já que em cada metade pode haver mais de uma nota, grupos irregulares ou silêncios.

Sotaque musical Isso responde em parte ao conceito de sotaque métrico, um dos tipos de sotaque reconhecidos na teoria musical. Graças a essa característica da organização rítmica, é possível concretizar as métricas das composições, de modo que cada pessoa que lê a mesma partitura possa executá-la da mesma forma, salvando decisões interpretativas.

O sotaque deve sempre cair no primeiro compasso de uma bússola ; por outro lado, em muitos casos existe um subacento que deve ser reproduzido no início de cada vez. Isto pode ser visto muito facilmente na bússola quaternária, isto é, naqueles que são divididos em quatro vezes, como os quatro quadrantes . Neste caso, a terceira vez deve ser acentuada mais que a segunda e a quarta, mas menos que a primeira; em outras palavras, e de acordo com os grandes teóricos, é um tempo semiforte .

O acento tônico, por outro lado, é uma ênfase que é aplicada em uma nota para que ela tenha mais intensidade daqueles que a cercam. Ao contrário do acento métrico, isso não está vinculado à estrutura básica de uma composição, portanto, não é obrigatório usá-la; pelo contrário, é um recurso de interpretação, que pode ou não indicar o compositor na partitura original. Sem esse tipo de sotaque musical, é muito difícil dar vida a um trabalho, pois ele serve para romper com a "perfeição" que o sotaque tônico leva e é ideal para fundir música e texto.

Deve-se notar que o sotaque musical tem o seu oposto: o anti-acento . Neste caso, usual na percussão, a nota deve ser tocada mais suavemente que as outras.

Recomendado
  • definição popular: obsessão

    obsessão

    A palavra obsessão vem do termo latino obsessĭo ( "cerco" ). É um distúrbio psíquico produzido por uma ideia fixa , que com tenaz persistência agride a mente. Esse pensamento, sentimento ou tendência aparece em desacordo com o pensamento consciente da pessoa , mas persiste além dos esforços para se livrar dela. A obses
  • definição popular: cadete

    cadete

    A jornada etimológica do termo cadete é bastante extensa. Começa no final do latim capitólio , continua no capô Gascon e depois mergulha no cadete francês. Um cadete é um jovem que estuda em uma academia militar . Os cadetes, portanto, são aqueles que compõem o primeiro grau de um estabelecimento educacional das forças armadas. O concei
  • definição popular: coquetel

    coquetel

    Um coquetel (também chamado de coquetel ) é uma combinação de diferentes bebidas , geralmente alcoólicas. O conceito também é usado para nomear o evento ou encontro social onde os participantes bebem coquetéis. Licores, sucos (sucos de frutas), refrigerantes (bebidas carbonatadas) e diferentes destilados podem fazer parte de um coquetel. A pess
  • definição popular: cinemática

    cinemática

    Para conhecer o significado do termo cinematográfico, é necessário descobrir, em primeiro lugar, qual é a sua origem etimológica. Neste caso, podemos determinar que deriva do grego, exatamente da soma de dois componentes claramente delimitados: -O substantivo "kineema", que pode ser traduzido como "movimento" ou "agitação". -O su
  • definição popular: cooperativa

    cooperativa

    Para conhecer o significado do termo cooperativa, é necessário proceder à descoberta de sua origem etimológica. Neste caso, devemos estabelecer que deriva do latim, exatamente do "cooperativus", que pode ser traduzido como "aquilo que trabalha com os outros juntos". Palavra que é o resultado da soma de três partes claramente diferenciadas: -O prefixo "co-", que é sinônimo de "conjunto". -O ver
  • definição popular: ruptura

    ruptura

    A ruptura é um conceito que vem da palavra latina ruptūra . É sobre o ato e a conseqüência de quebrar ou quebrar . Por exemplo: "A ruptura da geleira Perito Moreno surpreendeu, mais uma vez, os turistas que vieram ao local para ver o espetáculo natural" , "A inundação do rio fez a ponte quebrar, deixando a cidade isolada" , " Não vou fazer referência ao rompimento, já que não gosto de falar da minha vida particular " . As ruptura